Debian 11 Bullseye está entre nós!

Debian 11 chegou
 

Esse mês de agosto foi repleto de novidades no mundo Linux, como se já não bastasse o lançamento do Zorin OS 16, do ElementaryOS 6 e o aniversário do Linux no último dia 25 de agosto, que fiz até um vídeo lá no canal. Foi lançado também uma nova versão do Debian nomeado de Bullseye, inclusive na mesma semana que a comunidade Debian completou 28 anos!

O Projeto Debian escolhe para suas versões os nomes de personagens do filme Toy Story, e Bullseye é o cavalo de pano por lá.

 Imagem disponível aqui

Essa versão passou por um desenvolvimento que durou 2 anos, pelo qual foram inseridos 11.294 novos pacotes, que somados chegaram a um total de 59.551, levando a uma redução significativa de 9.519 pacotes que foram marcados como obsoletos e por isso foram removidos. Também tivemos 42.821 pacotes atualizados e 5.434 permaneceram sem nenhuma alteração. 

 

O Debian 11 Bullseye portanto chega com 5 anos de suporte trazendo também os ambientes gráficos nas seguintes versões:

  • KDE Plasma na versão 5.20;
  • Gnome na versão 3.38;
  • LXDE na sua versão 11;
  • LXQt na versão 0.16;
  • MATE na versão 1.24;
  • E o Xfce na versão 4.16.

Dos 72 % de pacotes que foram atualizados posso destacar como as mais importantes atualizações: o GIMP 2.10.22, Apache 2.4.48, o GNU Compiler Collection 10.2, o OpenSSH 8.4p1, o Python 3, 3.9.1 e o Samba 4.13.

E se você é novo no mundo Linux e está estranhando essas versões mais mais antigas de pacotes e da interface gráfica, pois saiba que o Debian não aposta no software mais novo, mas sim naquele mais antigo que é mais testado e com isso possui menos bugs. Isso afeta diretamente o público que é desenvolvedor e pode ser afetado com atualização de versão de uma biblioteca, fazendo um trabalho desandar. Portanto para usuários comuns, é recomendável testar/usar a versão unstable, e não a stable que foi lançada.

E como se já não bastasse, agora você consegue instalar sua impressora sem precisar do driver, pois o Debian 11 instala as impressoras como se estivessem em rede, usando o driver da própria impressora para executá-la no sistema (que praticidade não é mesmo?).

instalando impressoras no Debian 11
 

O Debian 11 também traz o suporte a ExFat agora diretamente no Kernel, esse sistema de arquivos que veio para suceder o Fat32.

E se você quiser mais novidades sobre o Debian, estou preparando um vídeo lá no canal Rikerlinux, que se já tiver saído quando você lê essa matéria, já estará com um link abaixo para poder acessar.

Essa Thumb e os prints fiz na versão Debian com Kde, e gostei do uso a principio, no mais só com o tempo mesmo pra poder falar pro você. 

O que achou dessa nova versão do Debian 11? Já usou ou usa o Debian? Pretende testar essas nova versão? Deixe aqui a sua opinião nos comentários.


Postar um comentário

0 Comentários