quinta-feira, 26 de julho de 2018

A disseminação maior do Linux


Através dessa matéria venho falar sobre a disseminação maior do Linux, e para abordar essa questão vamos transpor alguns obstáculos, e primeiro chegando ao ponto que o Linux já está bem disseminado no mercado e na verdade ele está avançando em um nível esmagador.

No primeiro trimestre de 2016 tivemos a notícia que os chromebooks da Google, venderam mais do que os Macbooks, mostrando que os chromebooks chegaram para abocanhar uma grande fatia do Mercado, com sua proposta do armazenamento em nuvem, possuindo o sistema Chrome OS nos mesmos, que é baseado no Gentoo Linux. Apesar de utilizar o Kernel Linux, esses sistema da Google não era compatível até pouco tempo com os programas disponíveis na maioria das distribuições Linux, contudo seus usuários podem utilizar a suíte da MS, pois nesse ano a Microsoft anunciou a disponibilização de seu Office para o sistema.

Em 2017 a surpresa veio pelo número de usuários Linux nos Desktops ter aumentado 50%, chegando a 3,37 se aproximando do número de usuários do OSX da Apple que possuem 5,94% o que poderia elevar o número de programas chegando aos sistemas pinguins, assim como a Apple possui uma grande variedade de programas, inclusive a plataforma da Adobe e da Microsoft.
Tais números foram seguidos de avanços significativos, como o ZorinOS ter alcançado a marca de 1.000.000 de Downloads, sendo dentre os novos usuários um público vindo principalmente do OSX e do Windows. Além da propagação do Deepin, uma distribuição Linux chinesa, com uma aparência que lembra o OSX da Apple, que foi citado inclusive pelo portal G1.

Também podemos verificar na adoção de Bill Gates a um Smartphone com sistema Android, na qual também abordei sobre essa questão, o fundador da gigante de Redmont adotou o robozinho verde, E em 2017 tivemos o Android se tornando sistema Operacional mais utilizado do mundo, ultrapassando o windows no número de usuários. E sim…  o Android é um sistema que possui um Kernel Linux, e pra falar sobre a disseminação do Linux, precisamos primeiro lembrar, que o Linux se trata de um Kernel, a parte do sistema Operacional que dá vida a uma infinidade de sistemas Operacionais, dentre eles temos alguns muito famosos, como o Android, o Ubuntu, e o Chrome OS. Mas se ainda possui alguma dúvida quanto ao Android ser ou não um sistema com Kernel Linux, temos um vídeo aqui no canal refutando uma matéria do Tecmundo. E se já não bastasse alguns projetos como o Ubuntu phone e o Plasma Mobile para tentar trazer as distribuições Linux para o Smartphone, em janeiro de 2019 será lançado o Librem 5, um smartphone focado em segurança que trará a distribuição Linux PureOS para os smartphones junto com um Shell do Gnome customizado, focado totalmente em segurança.

Se já não bastasse, podemos ver isso no recente anúncio da Microsoft em lançar um sistema com Kernel Linux, O Azure Sphere é uma solução da Microsoft para suportar algumas necessidades da empresa, e se você quiser entender melhor sobre essa questão, têm um vídeo no canal Toca do Tux falando muito bem sobre essa questão que segue na descrição desse vídeo.

A disseminação do Linux em todas as plataformas, se tornou uma realidade. O Linux está dominando de tal forma, que quando lembrando a frase de Linus, “Se a Microsoft faz aplicações para Linux que significa que eu ganhei”.

Após Bill Gates adotar um smartfone Android, e a Microsoft aderir a uma sistema de Kernel Linux, podemos dizer que os sistemas de Kernel Linux tendem a dominar o mercado em todos os sentidos, desde internet da coisas a IOT, Servidores, embarcados e até mesmo nos desktops futuramente ou com as distribuições Linux, ou com a própria MS que pode adotar um Kernel Linux futuramente para sua interface Ribbom, sendo um Windows com Kernel Linux ao invés do Kernel DOS.

Têm percebido a disseminação maior do Linux ? Deixe aqui o seu cometário.

Nenhum comentário:
Write comentários

MAIS ANTIGAS

LEIA TAMBÉM

Translate

Recent

AINDA NO BLOG